domingo, 12 de setembro de 2010

Le piccole Cinque Terre - Ligúria





Saímos bem cedinho de Roma, seguindo para Levanto. Passamos em Civitavecchia e também demos uma paradinha em Pisa. para dar uma espiadinha. Apesar de já conhecermos, tivemos vontade de estarmos ali novamente. 

Na estrada resolvi de dirigir um pouco, até então não tinha tido coragem pois haviam muitas curvas, e não me arrisquei. A estrada convidava, pois era tranquila.

Assista abaixo o vídeo de nossa viagem e assine nosso canal!.


                         Video de Cinque Terre


Finalmente placas que indicavam Cinque Terre começavam a aparecer. A curiosidade era imensa!
Logo estávamos chegando em Levanto. "Una piccola e bela citta, che carina"!
Mesmo a cidade sendo pequena, demoramos um pouco para encontrar o hotel.

Levanto é um famoso balneário, tem uma loga praia e um interessante centro. Muitas casas pintadas de um colorido bem suava, um mercado, bons restaurantes e lojas.
Tendo Levanto como cidade base, ficava mais fácil para visitar as Cinque Terre. 
Para visitar as Cinque Terre pode ser de:
  • Trem
  • Barco
  • Ou caminhando através de trilhas


Clima

O clima ameno nos meses de maio, junho, finalzinho de agosto e começo de setembro. O verão é longo e quente. As tardes são atenuadas pela brisa do mar. A primavera é geralmente moderada e apresenta temperatura até 25 graus centígrados. No outono pode haver chuvas, o suficiente.

Escolhemos ficar em Levanto, depois de termos lido muito sobre como se locomover pelas Cinque Terre. A melhor maneira de ir é de trem, e Levanto por ser uma pequena cidade, tudo fica mais fácil. A estação fica mais ou menos uns 500 m do hotel que nos hospedamos.                                                                                                             
Em Levanto ficamos no Hotel Oasi, um hotel muito agradável. Atendimento excelente.                                                          
Esse Hotel nós indicamos com certeza. É um hotel bem gracioso, romântico, especial, cheio de mimos, tudo é agradável. Decoração bonita, bom gosto em tudo, limpeza impecável e café da manhã saboroso. 
O hotel é administrado pelos proprietários com muita dedicação. Fica perto da estação o que facilita muito para pegar o trem para Cinque Terre. Com certeza retornaremos a esse hotel se voltarmos a Levanto.            
Hotel Oasi em Levanto


 Nossa varanda do quarto era um jardim, onde haviam algumas cadeiras para descansar e apreciar a   cidade, ou tomar um delicioso cappuccino.     
Mimos graciosos!
Anoitecer em Levanto

Singela!
A noite saímos para jantar. Encontramos um bom restaurante, era um lugarzinho bem aconchegante e agradável. Queríamos comer peixe, o garçom trouxe os peixes para escolhermos e eu como sempre escolhi o maior. Na hora de pagar, que susto, achamos que a conta estava errada. Bem depois das explicações, soubemos que a gente escolhe o peixe e enguias e eles pesam o peixe inteiro, depois tiram a cabeça e as barbatanas. O valor era 6 euros para cada 100 gramas. Mais o peixe estava uma delícia. Viu o que dá não prestar atenção direito no cardápio?  Prestem bem atenção quando forem fazer o pedido, sempre tem pegadinhas.
Ristorante La Loggia
                                Estava uma delicia !
Peixe com vongole
Lugar perfeito!
           Spaguette al Nero di Sépia
No dia seguinte seguimos para Cinque Terre, quanta expectativa .....
Pegamos o trem direto para Riomaggiore. Fomos primeiro para Riomaggiore para começarmos sentido de volta para Levanto, assim chegaríamos a Levanto no final da tarde. Riomaggiore é a primeira Cinque Terre depois de La Spezia
             Estação de trem de Levanto.
O trem é um meio de transporte econômico para visitar Cinque Terre, As estações ficam a poucos quilômetros uma da outra. O percurso é feito a maior parte através de túneis. A passagem pode ser comprada direto na estação.
Para comprar a sua passagem de trem na Itália.http://www.trenitalia.com/
                                     

Cinque Terre

São 5 aldeias:
  • Riomaggiore
  • Manarola
  • Corniglia
  • Vernazza
  • Monterosso al Mare
Passamos o último ano sonhando em conhecer Cinque Terre. Um pedacinho de terra entre Gênova e La Spezia, na Liguria. Sua fotos nos chamavam atenção. O charme das casinhas à beira de um mar azul como nunca tínhamos visto antes.
São 5 povoados charmosos, interligados por trilhas. É patrimônio da Humanidade desde 1999.
O amarelo brilhante dos limoeiros em frente ao mar azul cintilante, impressiona, até o fotógrafo amador fica pasmo diante de tanta beleza.
Uma coreografia maravilhosa que parece ter sido desenhada por um pintor romântico, que traçou um quadro extremamente intenso. Destino para turistas de todo o mundo. casas e caminhos suspensos entre a terra e o céu.
A Cinque Terre convida a gostar de pequenas coisas, a beleza espontanea, os sabores de um tempo, e os perfumes das plantas aromáticas.
O cheiro do mar sobe nos penhascos íngremes, com vinhedos agarrados. O aroma de ervas silvestres acrescenta o perfume das flores que ornamentam as encostas estreitas. O cheiro de pesto, caçarolas de legumes e peixe com recheios aromáticos, convida a um pranzo.

Carta Cinque Terre:

A Carta Cinque Terre pode ser comprada nos pontos de informações do parque, na estação de Levanto ou em qualquer uma das Cinque terre. Pode escolher para. 1,2,3 ou 7 dias.
A carta é para viagens ilimitadas nos trens entre La Spezia e Levanto

Riomaggiore

Riomaggiore é uma das cinco aldeias de Cinque Terre, localizada na costa da Ligúria na Itália. 
Pequenas lojas, pizzaria e restaurantes estão localizados na Rua diretor do Turismo em Riomaggiore. Muitas das Lojas vendem o vinho branco doce que é produzido nas vinhas que sobem e descem nas montanhas e falésias da zona envolvente.
Passeie pelas ruas para sentir um pouco do clima da vida local.
É interessante ver o mar e a parte superior de San Giovanni Battista, com suas duas maravilhosas portas. Acima da vila, o Santuário da Madonna di Montenero.
                 Passagem
         Lindas lojinhas

Quanta delicadeza !
Isso é demais!

Meu Deus, que lugar maravilhoso !!!!! Que mar... Uma cor que não tem como explicar de tão lindo. Tudo que eu tinha visto nas fotos eu estava vendo ao vivo. Passeamos pelas ruas. Deus com certeza gastou muita tinta, para deixar tudo isso tão lindo!
Via dell'amore
É um caminho percorrido a pé, entre Riomaggiore e Manarola. O Percurso leva mais ou menos uma hora. A via é em homenagem aos amantes. No meio dela tem um símbolo da Via, são duas pessoas enamoradas, Encontramos vários cadeados pendurados por toda a via. O significado é uma simpatia para segurar os namorados (as) e amantes por toda vida. Para que não se rompe o amor. 
Pagamos uma taxa de 5 euros de preservação para passar na Via Dell'Amore. O caminho que leva até Manarola tem uma vista de cair o queixo.


Uma surpresa muito linda, foi quando ouvimos uma linda música ao começarmos a caminhar pela via, era tocada por um jovem. Foi uma Emoção muito grande, tudo que já era lindo ficou muito mais. Vistas maravilhosas, lugar divino, uma linda música romântica, tudo de bom. 
          Nosso lanchinho
Mágico !!


Avistando Manarola
Encontrei nesse caminho uma amiguinha, que linda! Essa gaivota fazia até pose para eu tirar fotos dela. Cada vez que eu chegava mais perto, mais ela prestava atenção no que eu ía fazer. Deve estar acostumada com as pessoas que por ali passam.
              E não é que ela confiou em mim... MARAVILHOSA !!!!!!
                                                                                  
   Manarola
Manarola tem casas típicas Genovesi. Encima umas das outras, sobre uma rocha de 70 m. Tem um  pequeno porto fechado.
A aldeia de Manarola é cercado por videiras e está situada ao longo de um riacho. O vinho de Manarola é muito famoso.
Adegas antigas estão localizadas dentro de muitos dos prédios mais antigos em Manarola. Se o Clima estiver quente você vai ver pessoas nadando nas rochas e banhos de sol ao longo do costão rochoso. Sinta-se livre para participar, mas lembre-se você esta por sua conta, Não há salva-vidas.
Manarola te convida a passear
Na parte superior, da vila, sugerimos visitar a Igreja de San Lorenzo, Uma joia de Manarola (1338) com uma bela rosácea sua que remonta ao Século 14.
    Pelas ruelas
Lindíssima!!!!!
Manarola, cidade mil vezes linda !!!!! Os cantinhos da cidade, o lugar onde ficam os barcos. Realmente só estando lá para ver a beleza desse lugar.
 Aqui também tem capelinhas
Mais uma olhada! !
Fizemos o caminho de Manarola e Corniglia. Aí o bicho pegou, descemos morro, subimos morro. Essa via não é como a Via Dell' Amore, que é calçada, é no chão de terra. Sol quente, pé doendo....mais tudo compensado pela natureza do lugar e do mar que a gente vê durante todo o trajeto. Passamos por uma ponte suspensa, um vai e vem de pessoas.
Uma parada e um olhar para apreciar.Lá longe Corniglia.
Pelo nosso caminho. Ufa .... será que continuamos?
Um vai e vem de pessoas, de todas as idades.

Corniglia
                  UFA !!!!! Depois do sobe e desce, chegamos.
Para chegar a Corniglia você tem que subir 360 degraus, mas pode ser também alcançada por um serviço de navetta (barco).
Sugerimos uma visita à Igreja de San Pietro, padroeiro de Corniglia (1334), que é considerado um dos mais significativos monumentos em estilo gótico ligurian de Cinque Terre e uma vista do mirante, um terraço encantador, à beira-mar. No dia de festa é distribuído uma Torta dos Fieschi. http://www.tortadeifieschi.com/
Chegando a Corniglia eu já não aguentava mais, precisa ter um preparo muito grande para enfrentar todos os caminhos. Acabamos nem subindo até Corniglia, que é a cidade mais alta das Cinque Terre. Tinha um ônibus que levava até lá encima, mas ele iria demorar para sair, vimos Corniglia só de longe.
Aspettando il treno per Vernazza. A viagem levou apenas cinco minutos.
Corniglia foi ficando para trás.
Vernazza
Estamos aqui
Muitas pessoas consideram Vernazza a aldeia mais pitoresca porque ela é única e bela em sua própria maneira. Rápido você pode se sentar em um dos cafés ao redor do porto e olhar para o mar ou para cima para as vinhas.
Talvez a mais bela, sugestiva e fascinante das Cinque Terre e a mais antiga.
Vernazza tem um cais natural em forma de anfiteatro tornando-a talvez a mais pitoresca aldeia de Cinque Terre. É uma instalação romana e tinha uma grande importância estratégica durante a época das Repúblicas Marítimas de Gênova.
Sugerimos um passeio na aldeia que é dominada por uma torre do relógio.

                                  Paramos para tomar o sorvetinho de todos os dias. 
O lugarzinho onde ficam os barcos é lindo, uma Igreja com cúpula predomina nas fotos, que mais parecem quadros.

O colorido das casa refletindo no mar, lindo!
Da vontade de ficar por aqui.

O colorido que encanta!


Pegando o trem novamente, agora rumo à Monterosso
Monterosso
É a primeira vila que você vai visitar, se rápido você estiver se aproximando de Cinque Terre do Norte. Monterosso é a maior e mais comercial das aldeias. E também a mais acessível é onde tem a maioria dos hotéis. A cidade é dividida em duas por um túnel da estrada de ferro velha. O antigo centro da cidade com um grande número de lojas e restaurantes. Há uma praia em Monterosso, onde é livre para nadar e se bronzear. Visite Il Gigante, uma estatua de gigante perto de Fegina, é uma caminhada de 5 Minutos da Praia de Fegina. Monumento mais importante é a Igreja de San Giovanni.
Vou levar este para casa, hehehe

                            O turista é recebido pela estátua gigante (Netuno, descansando para vigiar o mar)

Se você gosta de trilhas. aqui estão algumas delas. Na Itália se chamam sentieri.

De Monterosso para Vernazza
É uma trilha, que tem 4 km, com muitos altos e baixos. Leva mais ou menos entre 1,5 e 2 horas dependendo de paradas quantas você faz para admirar a vista.


De Vernazza a Corniglia
É a mais difícil das quatro trilhas e tem o menor número de pontos de vista do oceano. Vai levar cerca de 2 horas para essa caminhada de 4 km. O terreno desigual nos lugares e você terá que ser capaz de caminhar subindo e descendo colinas.


De Corniglia a Manarola
Este e mais fácil, 45 minutes a pé e tem vista para o mar em toda a caminhada. A trilha é menos de 3 km.

De Manarola a Riomaggiore
Na verdade, o caminho entre Manarola e Riomaggiore não é uma grande passarela de calçada conhecida como a Via Dell'Amore (Caminho do Amor). Há bancos ao longo da Via Dell'Amore onde se pode sentar e apreciar a vista. Via Dell'Amore é um pouco mais de cerca de 1 km.



.




5 comentários:

  1. Adorei!!! Quero ir para lá também!!! Rose da AABB ( Carmem Miranda)

    ResponderExcluir
  2. Vale muito a pena amiga, o lugar é maravilhoso, um dia vou voltar com certeza

    ResponderExcluir
  3. Como posso manter contato com alguém de lá? Assisti a uma reportagem no Globo Repórter e me apaixonei.....

    ResponderExcluir
  4. E com certeza vce vai se apaixonar por Cinque Terre. Vce pode entrar em contato com o pessoal do Oasi hotel, gente finíssima.

    ResponderExcluir
  5. Elizabeth Gandolpho1 de setembro de 2011 09:15

    Excelente, entendi perfeitamente todo o trajeto, muito bem explicado e fotografado.Maravilhoso!Obrigada!

    ResponderExcluir

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search