domingo, 11 de dezembro de 2011

Viagem de onibús pela America do Sul, Brasil, Argentina, Chile,Bolivia e Perú - Parte 1


                                               Brasil, Argentina, Chile, Bolivia e Perú
Esta será a primeira de muitas postagens que vão encontrar por aqui, onde mostraremos, os locais a serem visitados, cultura,costumes dos povos  e outras informações válidas não só para quem vai viajar, mas para todos que tiverem a curiosidade de conhecer um pouco sobre esses países. .E despertar o desejo de um dia também visitar países com uma das culturas mais ricas do Mundo, a Inca. Além de conhecer a região dos Andes.
De 6 de outubro à 23 de outubro de 2011
                                               


Nosso Roteiro


Florianópolis, Lages, Passo Fundo,Salta (Argentina), Deserto do Atacama,São Pedro de Atacama, Arica, Vulcão Parinacota, La Paz, Puno, Lago Titikaka, Cusco, Machu Picchu, Pisaq, Iquique e voltamos pelo menos trajeto.

E aí estamos, prontos para mais uma viagem. Agora uma viagem bem diferente de todas que já fizemos até agora. Vamos viajar pelos países de cultura Inca, viagem muito interessante.Queremos conhecer um pouco da cultura desse povo encantador e também conhecer de perto a sua gastronomia.

Desta vez não vamos fazer por conta, como fazemos sempre,"Mandar na viagem", resolvemos  fazer essa viagem de onibús, leito é claro, pois senão a gente não iria aguenta. Vai ser 18 dias de viagem, 4 dias vamos dormir no onibús, em deslocamento. Estamos ansiosos e curtindo mui...tooooo, para a gente aproveitar cada minuto. O melhor da viagem é curtir. As experiências que a gente adquire é o mais importante.


Vamos viajar pela empresa Leãotur, de Florianópolis, essa empresa a qual nos foi indicada por amigos. É uma das poucas que fazem esse roteiro rodoviário. É procurada por pessoas de vários estados do Brasil.
Vamos fazer essa viagem nessa época depois de recebermos informações que é a melhor época, pois chove muito pouco e as noites são maravilhosas, principalmente no deserto do Atacama.
Vamos fazer a avaliação dessa empresa quando retornarmos, faremos uma postagem sobre a mesma.
Faltam três dias para a viagem e está uma confusão danada, eu ainda não consegui colocar os 12 quilos de bagagem que a empresa falou para colocar na mala ???? Mais tudo bem até a hora de viajar eu prometo que consigo..rsrsrsrsr
Vários sombreros para los días calurosos !!!!
(Começando a praticar o espanhol)
Minha eterna companheira nos 18 dias  de viagem, para aguentar o " EL Soroche "

A minha única preocupação dessa viagem é sobre o soroche pois tenho pressão alta, por isso vou levar minha garrafinha para colocar o chazinho de coca para não passar mal. E também mascar muita folha de coca. Na região dos Andes há o costume de mascar folhas de coca ou tomar seu chá.
Também é aconselhado comprar uma pilulas com o nome de "Sorojchi Pills" para passar o mau estar.

Que é o Soroche?
Por causa da altitude o organismo sente o impacto da mudança e precisa de tempo para se adaptar. A freqüência respiratória aumenta, a freqüência cardíaca se acelera. Nesse período de adaptação, os sintomas mais comuns são respiração curta, dores de cabeça, náusea, vômitos, tontura, insônia (em dois terços dos casos) e perda de apetite (em um terço das pessoas).

Sintomas
Tosse seca
Taquicardia
Desmaio por falta de oxigenação no cérebro
Dor de cabeça que não desaparece com aspirinas
Náuseas
Tontura
Dificuldade para respirar
Fadiga
Cansaço
Hipotermia (perda de calor do corpo)
Alteração da pressão arterial
Iinsônia
Perda de apetite
Edemas (inchacho) localizados nos olhos, rosto, mãos e tornozelo

Como se prevenir?
A ascensão gradual é o método mais seguro e garantido de se prevenir problemas com altitude. Evite ascensões abruptas para dormir em elevações acima dos 3.000 metros
Evite esforço físico desnecessário
Faça passeios em ritmo lento
Evitar bebidas alcoólicas
Mantenha-se bem agasalhado
Ingerir de 3 a 4 litros de água diariamente
Medicação: obrigatoriamente consultar um médico
Ao sentir o efeito da altitude pare onde está e espere até aclimatar-se. Não vá adiante quando não estiver sentindo-se bem

Tratamento
Se os sintomas são leves, o repouso pode ser no mesmo terreno durante 24 – 48 horas, junto com uma boa hidratação e com uma dieta energética. Não pode em hipótese nenhuma continuar ascendendo para não evoluir para os sintomas mais graves.

Se os sintomas são graves ou pioraram, devemos iniciar imediatamente a descida da pessoa até a menor altura possível, e sempre acompanhada. As vezes uma descida de 400 metros já faz se sentir melhor.

Outra medida é administrar oxigeno, uma quantidade de 3 a 5 litros por minuto a uma concentração não inferior a 40%. Para o tratamento de dor de cabeça pode ser usado um analgésico recomendado pelo seu médico.

Importante esclarecer que qualquer remédio não substitui a descida para um nível mais baixo.

Uma outra recomendação é sobre a água e alimentos crus. Á água deve ser sempre de garrafa, nunca tome água da torneira e também não coma legumes e verduras cruas, preferindo sempre frutas.

Bem logo estaremos na estrada se tivermos tempo faremos as postagens, se não faremos quando retornar.
                                                      Quase ..... Mas eu chego lá ....
Não esquecer do caderno do anotações para poder anotar tudo.
                                                                Equipada como sempre

         
 Temos novos companheiros com a gente, meu irmão Carlos, minha cunhada Marga e mais tres amigos,  Diná,Wellington e Marly. Com certeza a viagem vai ser muito divertida com essa turma.

Novidades para nossas próximas viagens.Mandamos confecionar um adesivo do nosso blog. Em todos os países e  cidades que passarmos apartir dessa viagem, deixaremos em todos os lugares possíveis o nosso adesivo, Vce pode um dia encontrar um deles em algum restaurante, lojas, locais de informações turísticas, etc. Se vce um día você ver um de nossos adesivos por aí no mundo, nos conte, mande um recadinho. O adesivo é este:
Adesivo do blog
Consegui claro que não foi só 12 quilinhos..um pouquinho mais !!!

PELA AMÉRICA DO SUL
Brasil e Argentina
Quando resolvemos marcar a nossa viagem para conhecer alguns países da América do Sul sabíamos que a viagem seria muito diferente das várias que já fizemos. E seria com certeza cheia de aventuras
 e estávamos bem preparados.Foram dezoito dias de viagem. O onibús era excelente, com todo o conforto possível !!!! Foi nossa casa por todos esses dias, e não sentimos cansaço algum. E lá fomos nós curtir o diferente. Claro que nossas viagens são sempre independentes, não gostamos de viagens dirigidas por preferirmos qualidade em nossas viagens. Gostamos de ficar um pouco mais nos lugares para aproveitarmos os momentos especiais, nada de guías nos direcionando, dizendo que não podemos demorar com nossas fotos, saindo sempre correndo para conhecer um monte de lugares. Eu principalmente não gosto de ser cordeirinho atrás de guía e ficar  escutando o blá blá blá dos mesmos. Quando saímos de casa para viajar, já pesquisamos sobre o local, sua história, costumes,  gastronomia etc, e já sabemos o que vamos conhecer.
Mas nessa viagem resolvemos fazer com uma agência, pois seria mais seguro, principalmente por ter pesquisado sobre os perigos de ser feita por conta, como, como encontrar os piratas do deserto e os problemas com o mal de altitude. 
Sabíamos sim que a viagem iria ser maravilhosa !!!!! e foi. Vimos paisagens que jamais vamos esquecer. Geisers, vulcões, salares, paisagens dígnas de cenários  extraterrestes.
Dando férias para nossos pézinhos !!!! Só na folga
                                             A agência de Viagem escolhida
Escolhemos então a agência Leãotur , umas das poucas agências que faz essa viagem rodoviária. A agência tem sede em Florianópolis. Apesar de alguns pontos negativos, nós a indicamos para quem quiser fazer essa viagem. São pessoas experientes para te atender em todas as situações, principalmnete  no que se relaciona a saúde. Eu tive problemas com a altitude logo que passamos a fronteita da Argentina/Chile, a mais ou menos 4.600m de altitude.E com muito  profissionalismo e tranquilidade fomos atendidos pelos guías (quem teve problemas de saúde).
Alguns pontos foram negativos, a falta de organização referente as paradas técnicas principalmnete para a alimentação. Deixamos uma critica construtiva, que a agência tome alguns cuidados referente aos lugares das paradas, principalmente com a higiene dos lugares. E que façam contatos com restaurantes, para que sejam  permanentes e que não precise que o guía tenha que procurar um lugar de última hora.  Em Corrientes tivemos uma parada num restaurante a beira da estrada, já tarde da noite, mais parecia um mercado livre, onde o dono gritava o tempo todo, o restaurante estava lotado e chegamos em mais de 30 pessoas, imagine o caos.... Um lugar péssimo e falta de higiene incrível. Onde as pessoas serviam, os alimentos com as mãos. Banheiros nojentos. Pena que eu esqueci de ver o nome do restaurante, pois sería uma boa postagem de alerta para ninguém chegar nesse restaurante. Outra situação foi em outra parada, em um lugar senão me engano entre La Paz e Puno, um lugar onde estava -5 graus, descemos para comer alguma coisa....onde só tinha bolachas e salgadinhos, mas alguns já a muito tempo vencidos. Sorte de quem tinha sempre abastecido suas sacolas de alimentos. Terceira situação, na volta da viagem novamente em Corrientes. Todos se recusaram a voltar naquele restaurante horrendo. Então o guía nos levou até um shopping center, onde não aceitavem nem cartão e nem dolares Imagine não aceitar reais tudo bem, mas dolares...rsrsrsrsrs. Zerooooo para eles, perderam de vender para mais de 30 pessoas, atraso no atendimento, injustificável nos tempos de hoje.O MacDonalds aceitava cartão, mas os cartões não passavam.......rsrsrsr.
A Pousada de São Pedro de Atacama: No roteiro era para ser o hotel Geisers del Tatio, quando chegamos fomos separados em duas turmas una foram para uma pousada e nós fomos levados para uma pousada  + ou - , nem merece ser comentada no nosso blog . Quando chegamos a moça que nos atendeu ficou assustada de nos ver chegando, pediu que a gente esperasse um momento até que chegou a proprietária. E como sabemos falar espanhol percebemos que algo de errado estava acontecendo.Pois o que aconteceu.Na parte da manhã a agência tinha pedido o cancelamento de algumas diárias e a dona da pousada estava muito aborrecida com a situação, sendo que eu a ouvi falar que aquele lugar era um lugar sério e que ela era honesta. Ao perceber tudo isso eu perguntei ao pessoal se eles precisavam de ajuda e falaram para mim que deixasse que iriam resolver o caso. E acabamos ficando ali mesmo, como, não sei... Ojo... agência Leaotur, profissionalismo é muito importante no turismo. A agência só precisa  um pouco de organização, nada de amadorismo.
Mas apesar desse pontos negativos, vale a pena fazer essa viagem com a Leãotur. No mais tudo de bom, principalmente a escolha dos outros hotéis. Pois o gostoso nessa viagem é que depois de muitas horas de viagem voce possa chegar em um hotel agradável para descansar.

A viagem começa em Curitiba, passando em Florianópolis, Lages e Passo Fundo para pegar outras pessoas.
                                                                    Começo da viagem
Entre Florianópolis e Lages

Um dos simbolos dos gaúchos e catarinenses
Lages cidade do meu pai
Primeira parada para almoçar em Entre Rios. Comida muito boa !!!
                                                  Colocado o primeiro adesivo do blog
Linda a nossa bandeira, solitária
A viagem inicia realmente apartir de Passo Fundo. Passamos São Borja onde fica a fronteira do Brasil e Argentina. Passando depois pela região árida de Chaco na Argentina, onde passamos por uma estrada que tem 500 km só de reta.

Fronteira entre o Brasil e Argentina

Nosso onibús, nossa casa por 18 dias

Região das Missões do lado Argentino
Pela estrada

Pedágio
Atravessamos uma estrada,durante horas, era a região de terra vermelha do Chaco. Uma chuva com vento parecia não ter fim. Passavámos por uma  região de terra vermelha do Chaco na Argentina. Amanhecemos em uma pequena cidadinha da Argentina. Muita dificuldade em acordar os olhos não obedeciam. Ainda bem que a cara de todos era a mesma, de dormidos. Meu Deus acordar sem maquiagen e amassada, que horror....rsrsrsr ninguém merece , mas até o fim da viagem sabia que já estaria acostumada.
Nossa primeira parada depois de horas dormindo no onibús
A turma toda
SALTA
É um dos destinos mais lindos da Argentina.
Chegando em Salta/Argentina
Salta é carinhosamente chamada de “La linda” – a origem do nome vem da sagta, que na língua indígena Aimara significa “ a mais bela”.
A província de Salta está situada no extremo noroeste do país. Compartilha as fronteiras com seis províncias e três países. Ao norte faz divisa com Jujuy e Bolívia, ao Leste com Paraguai, Formosa e Chaco, ao Sul com Santiago del Estero, Tucumán e Catamarca e ao Oeste com o Chile.

Sua capital é a cidade de Salta, uma das mais importantes do noroeste da Argentina.

Famosa pela sua arquitetura colonial, se converteu em um importante centro de turismo. Foi fundada no dia 16 de abril de 1582 pelo espanhol Hernando de Lerma.
Salta tem cerca de 464.000 habitantes e situa-se no Noroeste da Argentina, no Vale de Lerma, a quase 1.200 metros de altitude.Não necessita de visto - apenas de um passaporte válido ou carteira de identidade brasileira.

Entre os cordiais habitantes de Salta, apresenta-se a herança hispana e a indígena, que se remonta aos antigos povos Diaguita-Calchaquis e à cultura Inca. Por isso, são tão importantes suas festas religiosas e as que se baseiam em crenças ancestrais.


Encontramos alguém importante por lá, época de eleições

A cidade de Salta possui uma área urbana bem desenvolvida. Na Praça 9 de julho encontra-se cercada por prédios históricos de uma bela arquitetura. A Igreja matriz, revela sua beleza ao ser iluminada a noite.
Igreja da Matriz










PRAÇA 9 DE JULHO
É a principal praça de Salta. Destaque ao monumento com 14 mulheres, simbolizando as províncias existentes na época da fundação da cidade em 1582. Em fernte à Praça fica a Catedral Basílica, construção do século 19 que chama a atenção por sua fachada rosa e branca com duas torres
IL CABILDO
Esse prédio era o antigo Cabildo, local que sediava o centro de governo da província. A fachada de arcos brancos típica da arquetetura colonial, estende-se por todo o quarteirão.

Aga, Wellington, Diná, Carlos e Marga
A noite é bem movimenta, principalmente na Praça 9 de julho, onde as pessoas passeiam tranqüilas e tem muita música.
Uma parada para o lanche



TELEFÉRICO E CERRO SAN BERNARDO
O teleférico leva o visitante às alturas, proporcionando uma visão de toda cidade e das montanhas que se elevam em seu entorno. Teleférico de Salta  vai até o Cerro San Bernardo.
O teleférico de Salta, situada no Cerro San Bernardo, é uma obrigação para todos os turistas que apreciam a beleza da paisagem . De lá é possível ver a Catedral, o Cabildo e Villa San Lorenzo.
Para ascender ao San Bernardo tem duas alternativas: pela estrada ou de teleférico. Uma vez que  a paisagem é de tirar o fôlego. O lugar é cheio de flores e deixa tudo muito lindo !!!!!



O cuidado com os jardins!!!!!







RESTAURANTES
La Panederia del Chuña
A decoração do restaurante é muito bonita. Pena que chegamos só para almoçar. O atendimento não foi lá grandes coisas, pois está vamos em muitas pessoas e creio que les não estavam preparados. A comida +-,, mas deu para matar a fome. A noite deve ser bem legal, tem apresentações de músicas e folclore.

Parece coisas do carnaval do Brasil

Pessoal do Rio Grande do Sul, gente boa !!!!!
As garotas de Joaçaba/ SC

Restaurante na Praça 9 de Julho
Restaurante muito agradável na praça

Comida deliciosa !!!!!!!!!!!!!!!!

HOTEL EM SALTA








NOVAMENTE NA ESTRADA
EM DIREÇÃO A SAN PEDRO DE  ATACAMA

Pegamos a rota 52, cheia de curvas
As paisagens apartir daqui, foram deslumbrantes !!!!!



A Montanha das Sete Cores em Purmamarca tem uma beleza diferente, as cores mudam de cores conforme a posição do sol. É uma paisagem divina !!!! As fotos não conseguem mostrar o que é vimos ao vivo.


Foto com o grupo
O tempo levou 600 milhões de anos para esculpir e colorir as montanhas de Quebrada de Humauaca, na província de Jujuy, na Argentina. Em julho de 2003, a Unesco declarou a região Paisagem Cultural Evolutiva da Humanidade. Os turistas a consideram um fenômeno da natureza e os indígenas locais a protegem como lugar sagrado.



Uma foto roubada. Roubada...... por ter sido tirada sem permissão das pessoas. Eles viram o rosto para não serem fotografados. Tome cuidado ao fotografar sem permissão. Sem saber, eu acabei  tirando essa foto. O guía me avisou. E dai em diante, eu sempre pedia permissão pedia e dava alguma propina. Respeite essas pessoas.


RN 52
             Visual magnífico !!!! Cuesta del Lipan. Sobe de 2600 a 4.200 metros de altitude


As primeiras folhas de coca para mascar. Pois daqui em diante suberíamos até chegar mais ou menos uns 4.600 m de altitude. E também tomando chá de coca para enfrentar o mal de altitude.

SALAR GRANDES SALINAS
Uma miragem no meio do deserto
Era uma lagoa e agora está seca, e é um imensa área só de sal. A estrada  passa no meio do salar.Alguns pontos formam-se desenhos no sal, parece um mosaico.
De longe você já avista as Grandes Salinas, é muito emocionante. Lindo, maravilhoso!!!!!
A estrada passa no meio do salar

Eu e as Grandes Salinas
      Na zona de fronteira das províncias Argentinas de Salta e Jujuy há uma área de sal espalhados em
                                                         212 km ²  chamado Salinas Grandes

Foto com o grupo nas Grandes Salinas

Mais um adesivo colocado nas Grandes Salinas
      Muito simpático esse rapaz ao ver eu colocar o adesivo, ele pediu que eu lhe desse um.
E eu pedi então, se podia tirar uma foto dele com o adesivo. Aí então ele passou a ser nosso garoto propaganda nas Grandes Salinas. Não sabemos o seu nome, mas mandamos um grande abraço para ele.
Esculturas de sal
Lhamas


Tempestades de Areia no Deserto do Atacama


Retas imensas !!!!
Alguns dos nossos amigos da viagem
Fernando nosso guía e sua esposa Mabel



E aqui somos nós
Deserto do Atacama
Ao leste do Chile, entre o Oceano Pacífico e a Cordilheira dos Andes, situado no altiplano andino,um grande planalto de elevada altitude e é uma das maiores atrações do Chile : O Deserto do Atacama.
Aproximadamnete 2.500 metros acima do nivel do mar, o Atacama é o mais alto e o mais seco deserto do mundo.Cheio de paisagens exuberantes, de vulcões nevados, lagoas azuladas, dunas de areia imensas, geiseres que brotam do solo dando um visual surreal.
O Deserto do Atacama faz parte da II região do Chile, onde se destacam a capital, Anfogasta, banhada pelo Pacífico, Iquique. Calama proxima a mina de Chuquicamata e entrada ao Deserto; e San Pedro de Atacama, a base ideal para explorar a região.Ao norte Arica, já na I região do Chile e quase fronteira com o Perú.
O deserto tem inúmeras atrações como, salares, desertos de sal, paisagens lunáticas como o Vale da Lua, lagoas de sal com flamingos cor de rosa, geiseres e muitoas outras.
As temperaturas variam dependendo da época, como alguns graus abaixo de zero a noite e 40 graus durante o dia. Por isso existem poucas cidades, a mais conhecida é San Pedro do Atacama que tem pouco mais de 3.000 habitantes e está a 2.400 metros de altitude, é o principal ponto de encontro de muitos turistas do mundo inteiro.
 Fronteira entre Argentina e Chile, do lado Argentino
Aos 4.800m de altitude
Nesta aduana tivemos algumas orientações do nosso guía Fernando, que já estávamos a 4.000 e poucos metros de altitude e que era para nós caminharmos despacito (devagar), poupar energia, não conversar muito, não se agitar e outras orientações. Heheheeh e o medo de passar mal. Tudo para nós naquele momento era desconhecido. Mas vamos lá descemos na imigração, eu já sentia náuseas e dor de cabeça. Ao entrar senti que minhas pernas estavam bambas, mas achei que era só impressão hum.....ou mêdo? Mas fiquei bem quietinha.
Mas tive que passar pelo oxigênio, adivinha quem tirou a foto....Fernando. Falou que tinha que ser registrado no blog. Então a pedidos ai está a foto. Passei mal mas não por culpa minha e sim porque fiquei apavorada quando vi o Carlos (meu irmão) apagar. E aí como sempre fiquei agitada assustada sai gritando para avisar que ele estava passando mal e deu no que deu, passei mal também. Tereza a outra guía, foi muito querida comigo e logo após também passou mal. Aga e Nerly desceram para ficar comigo, hoooo gente boa de coração.Mas a viagem continuou......
Apartir daqui algumas fotos foi o Aga que tirou, pois eu estava no oxigênio
O gelo ainda permanecia na beira da estrada

"Paisagens deslumbrantes até chegar em San Pedro do Atacama"
Por de sol, quadro maravilhoso pintado por Deus
Vulcão Lincancabur
Ruta 27, são 42 Km só de reta e descida
                          Proximos já a San Pedro de Atacama começa a descida só em reta.
Nessa reta tem que ter muito cuidado com a velocidade, principalmente os caminhões e onibús é uma reta inclinada e nem dá para perceber. Há vários pontos de fulga em caso de haver problemas com os freios.
Aqui a foto de um caminhão que com certeza não teve o cuidado com a velocidade e perdeu o controle
Chegando a San Pedro de Atacama

A pior duana, no nosso caminho percorrido. Na volta tivemos problemas. Falta de organização. Duana em San Pedro de Atacama divisa de Chile e Argentina,do lado Chileno. Pessoas mal educadas e grosseiras.

CHILE
Quando entramos no Chile já estava escurecendo, depois de passarmos por todas as burrocracias na aduana, podia ser burocracias, mas o que eu escrevi, não está errado não, para mim é burrocracias mesmo, por serem tão idiotas, fazendo a gente descer com toda a bagagem, para nem se quer revistarem direito. E depois na volta foi muito pior, depois eu conto. Enfim chegamos a San Pedro de Atacama.
                                                    San Pedro de Atacama  

San Pedro de Atacama é uma pequena cidade de mais ou menos 3000 habitantes. Suas ruas não são calçadas, são todas de areia, e com muita poeira.Voce não vai precisar de carro, pode andar tranquilamente a pé. Há vários restaurantes, bares, pousadas, lojas de artesanato e agências de turismo. Sua rua principal se chama Caracoles.
A cidade possuí um jeito rústico, o qual lhe dá um toque todo especial. Voce vai encontrar pessoas do mundo todo, os mochileiros adoram San Pedro de Atacama, e isso me fez lembrar de Porto Seguro. E tem muitos brasileiros trabalhando por lá. Inclusive encontramos um garoto que nos atendeu no restaurante, que nasceu no Chile, mais seus pais são brasileiros.
Os turistas vem até San Pedro para explorar seus arredores, e as agências oferecem vários lugares para serem explorados. A noite a cidade muda totalmente, os restaurantes ficam lotados e também tem vários bares animados.
Un lindo perro de Atacama
Adobe um dos melhores restaurantes de San Pedro de Atacama. Pena que tava muito cheio e não pudemos entrar


Encontramos os garotos do fantástico. Em seus capacetes tem uma câmera, a qual registra todos os lugares por onde passam
Las artesanías de Atacama


Linda!!!! A igrejinha de San Pedro de Atacama. Toda branquinha
Singela !!!!!!
Teto e portas são feitos de cactos




Esse restaurante é muito simples, mais a comida muito boa




Caminando por las calles














Pousada que ficamos em San Pedro de Atacama  
Umas fotos da Pousada que ficamos Hostal Puritama, a qual não vale muito apena fazer comentários. Já os fiz no começo da postagem.
Chegamos depois de muitos quilometros, e depois de um bom banho fomos jantar e conhecer um pouco de San Pedro.                
        Restaurante La Estaka     
 O restaurante La Estaka é um restaurante muito agradável e comida deliciosa !!!!!!

Com as amigas
Maravilhoso esse painél !!!!!
Cansados mais com muita fome
 Mais alguns amigos
Amigas de Joaçaba









Após o jantar voltando para a pousada

Geisers Del Tatio
Enfrentar o frio intenso e o sono, são requisitos para ir aos Geiseres Del Tatio, e vale muito a pena.Localizados a 95 Km ao norte de San Pedro de Atacama. A 4.300 m de altitude, o frio é intenso,e sempre abaixo de zero, mas depois, com o sol, você pode ir tirando a roupa,pois começa a esquentar. Tem que madrugar para chegar em tempo de ver os geiseres a todo vapor, pois em torno das 10 horas os geiseres vãi dimuinuindo.
Enfer
Quatro horas da madruga, já estávamos indo para os geisers e com muita roupa........ de fri....oooooooo.
Levantamos as 03:00 da manhã, e sabíamos que iríamos enfrentar temperaturas bem baixas
É isso ai, muita roupa !!!! Cuánta pereza...... (preguiça)
Pelo caminho
A turma reunida esperando a Van
 Muitos  viajantes nas ruas, no frio e no escuro esperando suas vans passarem. Se você estiver de carro, é melhor deixá-lo na cidade, pois as estradas são péssimas e confusas. Leve água e muitos agasalhos. É também possível tomar banho em uma das piscinas termais.
A expectativa era muito grande
A recomendação era que na noite anterior a gente não deveria comer muito e nem tomar bebida alcólica,pois poderíamos ter problemas por causa da altitude.
A animação dentro da van era grande, o motorista parava em frente de algumas casas e buzinava e a gente sem entender nada fazia a festa e ríamos muito. Mas estávamos preocupados com o tempo, pois para ver os vapores em ebulição, tem que chegar bem cedo, quando ainda está frio. Quando começa a clarear, os vapores desaparecem dando lugar aos primeiros raios de sol.
A viagem leva mais ou menos 02:30 horas até os Geisers, ainda noite percorremos uma estrada de terra. Passamos de 2.400m para 4.500m
Nos Geisers faz muito frio, onde as temperaturas chegam a ser negativas. Quando chegamos estava fazendo - 5 graus.
Pagamos por esse pacote, US$ 45 por pessoa.
Muitas fotos !!!!!!
Eu e a Nerly perdemos de tirar foto com o grupo, estávamos tirando umas fotinhas.
Esquentando o leitinho, nescau e cozinhando os ovinhos, nuestro desayuno (café da manhã)
Nosso café foi ali mesmo
Incrivel, esse foi o meu café da manhã mais gostoso e bizarro da minha vida. Nosso café da manhã foi ali, em meio aos Geisers não poderia ser mais original.
Descascando os ovos, rsrsrs
Eu garanti o meu !!!!
Uau !!! que friooooooo !!!!! -5 graus




O pessoal corajoso entrou na piscina, com a água a 33 graus. O dificil foi tirar a roupa e depois sair para colocar


Alienígena ?????? Quem sabe, mas que parecia, parecia, eram estranhos. Tudo pode acontecer num lugar como esse.





                                          Maravilhoso !!!!!!!














Aga com o Fernando, o nosso guía
Quando saímos de lá eram 08:35 da manhã e o termômetro marcava 1.9 graus


Voltando para San Pedro de Atacama

Vicuña
Rio La Putana
A água ainda estava um pouco congelada
Lhamas



Na volta passamos por um povoado chamado de Machuca. Uma gracinha esse povoado, poucos moradores
Machuca
Cruzinha para afastar os maus espiritos
Mais um adesivo em Machuca



Adorei !!!!
Las artesanias

Na cidade tem uma rua só. Essa vila tem uma beleza sem igual e está rodeada por uma paisagem única.
A arquetetura tipica das casas e igreja, feitas pedra e palha. è parada obrigatório de quem vem dos gêiseres.
Imagina só, se eu ia deixar de provar um churrasquinho
As meninas só nas compras
Fazendo meus pedidos

Consegui equilibrar !!!! Meus pedidos também !!!!


Crenças


Fazendo parte desse lugar encantado


Churrasquinho no deserto

4 comentários:

  1. olá Aidê!
    Como foram de retorno? Nós fomos muito bem.
    Esperando asfotos aqui no blog.
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. O retorno ficou um pouco cansativo, devíamos ter feito como vces. voltar de avião. Já está saindo do forno a postagem, vai ser aos poucos demora um pouquinho.
    bjss

    ResponderExcluir
  3. As dicas e a descrição da viagem são ótimas sem contar que as fotos são muito boas também.

    ResponderExcluir
  4. Obrigada pelo elogio, A gente sempre procura fazer o melhor

    ResponderExcluir