sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Dicas de viagens a Nova York

By Haydée Marques - 09/09/2016

Fomos para a Big Apple pela primeira vez e fizemos tudo como manda o figurino. Vimos a Estátua da Liberdade, compramos na Macy's, comemos hamburgues, fomos a um musical da Broadway, fomos no Empire State e.....
Durante quatro dias percorremos Manhattan a pé, de taxi e metrô
Se você está indo pela 1ª vez sigam-nos.


By Haydée Marques - 09/09/2016
                            ___________________________________________________
Nossa sensação de estar num set de filmagens persisitia, só estava faltando as câmeras e alguém falando ação, filmando. Mas tudo estava ali como tínhamos visto nos filmes, os taxis amarelos, as fachadas e letreiros coloridos, as grandes avenidas....
Não é de admirar que tanta gente mesmo com essa crise no país, escolha Nova York como destino de férias. Mesmo que NY não tivesse novidade alguma, ainda assim seria um must graças à sua capacidade de se tornar mais vibrante a cada dia. Pois seu trunfo é o de conseguir satisfazer às necessidades de qualquer viajante.
Nova York conta com uma eficiente rede de transportes públicos. Ônibus metrôs e trens servem toda cidade. Mapas da linhas de metrôs são disrtribuídos gratuitamente nos metrôs e ônibus. Já que, como turista, não tem, em princípio, compromissos com hora marcada, nossa recomendação é que evite de deslocar pela manhã entre 7h30 e 9h, e à noitinha entre 17h30 e 19h. Nesses horários de pico, os ônibús, além de cheios, tornam-se vagarosos. O metrô continua sendo rápido, mas fica lotado: é provável que você viaje em pé e "espremido".

  Lugares e situações que devem ser evitados
- As periferias mais pobres (lugares aos quais você provavelmente não irá, porque não há nada que possa interessar a um turista).
- Harlem Bronx e Central Park à noite.
- Estações de metrô em horários tardios, principalmente as menos movimentadas.

Embarcamos em Curitiba, São Paulo//Miami/Nova York, um pouco cansativo, mas as tarifas estavam convidadtivas. Embarcaram com a gente um casal de amig.os, Luiz Alberto e Maria.
                                                          Aeroporto de Miami, conexão para NY


Como chegar: Diversas companhias têm voos diretos do Brasil para Nova York, como Latam, American Airlines, Continental. Delta Airlines. Um voo direto de São Paulo/ Nova York leva 9h.

                                                       
                                                               Sobrevoando Miami
                                                                   Chegamos a Nova York

Clima: 
As épocas mais agradáveis para uma viagem de férias a Nova york costumam ser aquelas que tendem a apresentar condições climáticas intermediárias: no final da primavere ao início do verão (de junho a meados de julho) e do final do verão ao começo de outono (de setembro a meados de outubro).

Taxi: Do aeroporto La Guardia onde desembarcamos até Nova York.
A tarifa de taxi não é fixa, como acontece no JK - paga-se o que der no taximetro. Se você pedir ao taxista que faça o caminho pela Ponte Queensborough, evitando assim o pedágio, vais pagar algo em torno de 35 dólares (já contabilizado a gorjeta). O tempo de viagem é em média de 30 a 40 minutos.




                                 
            Nos hospedamos no Hotel Ameritania at Time Square

O hotel é super central, muito bem localizado, perto da Times Square, com vários cafés e restaurantes ao redor. Fica na 230 W 54th St, New York, NY 10019 esquina com a Avenida Broadway.
O quarto era pequeno, porém confortável. A limpeza muito boa. Wifi pago, café da manhã não é incluso na diária, mas tem vários cafés por perto, inclusive um Starbucks do outro lado da rua. O cofre dentro do armário fica no chão, péssimo para colocar e tirar as coisas de dentro. Independente disso ficaria novamente nesse hotel com certeza!
Clique Ameritania at Times Square se tiver interesse em reservar esse hotel.



                                                                       O cofre fica no chão.


Saímos a noite para conhecermos as redondezas do hotel. Após caminharmos pelas ruas chegamos em uma região que era mais iluminada, a Times Square, com muitas placas luminosas que parecem enormes telas de cinema de alta resolução.




Compramos o cartão The New York Pass, onde tínhamos direito a 3 roteiros no ônibus de turismo aberto, e entradas em diversos pontos turísticos, inclusive no barco que nos levou até a Estátua da Liberdade. Fomos a pé até a Times Square pela Broadway para pegarmos o ônibus, e fazer o roteiro.

Começamos pela Times Square.
.
                                  Este prédio fica na esquina da Broadway com a 5th avenida.
Washington Square Place
Fica no começo da 5th avenida. É muito bem cuidado, e tem um arco que é parecido com o Arco do Triunfo da cidade de Paris.

Nas ruas fica difícil encontrar um norte-americano, pois NY abraçou várias culturas diferentes. Boa parte da população

Soho
A chegada de artistas valorizou o Soho, que ganhou charme e personalidade. Galerias de arte começaram a se instalar no bairro, bares e restaurantes foram abertos. O Soho virou moda. Morar em um loft, inicialmente uma solução para os "duros", tormou-se ambição de boêmios, endinheirados e de  gente famosa como Robert De Niro, Harvey Keitel. Com isso os aluguéis começaram a disparar. Hoje o bairro tem boas lojas, inclusive de grifes.
Descemos em Soho para almoçar, encontramos uma brasileira que mora em Nova York e nos indicou um restaurante e nos levou até lá. Depois novamente pegamos o onibus e continuamos o passeio.
                                                                     
Chinatown
Chinatown começou nos anos 1870, quando ferroviários chineses vieram da Califórnia.
Chinatown é uma região urbana que contém uma grande população de chineses dentro de uma sociedade não-chinesa.
Achamos um lugar com aspecto nada agradável. Não tivemos vontade de descer para conhecer. Acho que vale a pena a visita se tiver tempo sobrando.
Nossos olhos ficaram extasiados com a beleza dos arranha-céus por todo o trajeto que fizemos.
A próxima parada foi no American Museum of Natural History, esse museu fica em frente ao Central Park. Se estiver viajando com crianças não deixe de visitar esse Museu, embora existam muitas razões para que o adulto também o visitem.
São várias as formas de comprar o ticket para poder visitar, ou você compra na hora no valor de US$ 22.00, ou compra o New York City Pass, que já está incluso no cartão.
Uma critica quanto as pessoas que estão por ali para dar informações aos visitantes. Se você não souber falar em inglés está roubado. Tentei pedir informações em espanhol, francês e italiano, mas qual não foi minha surpresa, não sabem nada, português então......Só o mensageiro do hotel que sabia falar inglês. espanhol e português. Viva !! Pelo menos um.
O Museu é tão grande que fica até impossível relatar tudo que vimos, por isso prefiro falar sobre pontos de maiores destaques. Entrando no Museu pela entrada principal, deparamos logo com um esqueleto de um Barossauro, com 27 metros de comprimento, o seu tamanho é muito grande.
É interessante a possibilidade de poder tocar em ossos de dinossauros e meteoritos. Muitas peças expostas são réplicas e isso nem sempre é informado de forma clara.
                                                 Elefantes na área central dos mamíferos.

Os animais são conservados por taxidermia e são apresentados em seu habitat natural. Muito lindo, a gente tem a sensação de estar fazendo parte da paisagem.
Dentro do museu tem uma outra atração que você tem que pagar à parte para conhecer, é o Planetário.
É o mais novo e maior planetário, e também o mais moderno. Neste local tem um globo bem grande no teto que fica girando e contando história sobre os oceanos e mudanças dos climas. Fiquei fascinada pelo local, acabei deitando no banco que se encontra abaixo do globo para assistir melhor. O globo muda de cor quando gira.
O espaço é enorme e é possível ter vários tipos de experiência como um pouco de história, desde a projeção a respeito do "Big-bang", passando pela formação geológica do planeta e conhecendo outros astros e planetas de nosso sistema solar. Pode também verificar o peso como se estivesse na lua 

Em frente ao Museu estava este um Food Truck, com comidinhas gostosas!
Hummm... estava ótimo!
                                   O Madame Tussauds é o famoso museu de cera.  
Com réplicas perfeitas, ambientes agradáveis e gera ótimas fotos! Os personagens parecem realmente reais...Os visitantes podem tirar fotos juntos com seus ídolos.
Você verá os astros da música como Beatles, Elvis Presley e Space Girlsa. Na parte de música tem muito som e luzes coloridas. Fica localizado no coração de Time Square, perto da Broadway.
Endereço: 234 West 42nd Street, New York, NY 
HoráriosDomingo à quinta-feira:10h ás 20h. Sexta e sábado: Das 10h às 22h.
Uma vista maravilhosa da avenida, de dentro do Madame Tussauds.
A melhor forma de comprar o seu ingresso é online, aqui no site, pois os ingressos são mais baratos, e você não precisa enfrentar filas. O ingresso Ghostbusters dimension é o mais vendido, e dá direito a entrada no museu, ao cinema 4D da Marvel e também a incrível experiência dos Ghostbusters Dimenion. Levamos mais ou menos 2 horas para ver o museu. Se você gosta como eu de fotografar pode levar até 4 horas.
                                                  Se sentindo importante, no meio dos famosos.
                                            Adoro fazer isso. Ficamos em pé de igualdade.
                                                                         Só na paquera.
                                                             Um papo com Robin William.
Tiramos muitas fotos lindas, mas tivemos problemas com a camera e perdemos algumas fotos.

Empire State
O passo seguinte foi ter uma visão panorâmica de Nova York a partir de algum mirante. Fomos ao Empire State.
                                              E lá fomos nós, subindooo.... até o topo.
A vista lá no topo é sensacional, e milhões de pessoas não se cansam de subir até o mirante que fica no 102º andar. De lá a gente teve uma visão de toda a cidade e de outras que ficam perto de Nova York. É uma vista de 360 graus, foi uma das experiêncais mais lindas da minha vida.
As filas são enormes, por isso vale a pena comprar o Ny City Pass. A segurancia é bem intensificada.
Resolvemos subir no Empire State durante o dia e deixamos para subir no Rockeffeler a noite, foram duas experiência diferentes. Do Rockeffeler se via o Empire State iluminado.
A subida do elevador é super rápido apesar dos inúmeros andares e nem sentimos a velocidade da subida.
                                                                          Uauuu, enfim....no Topo
A vista é fenomenal, mas fica prejudicada pela grade e pelo grande número de pessoas disputando um espaço para tirar fotos.
A sensação de estar lá no alto é algo espetacular....um misto de medo e prazer vale a pena ver a cidade desse ângulo
O explendor e a grandeza de Manhattan. Valeu cada centavo pago.
O Empire State é considerado o ícone de Nova york. é um arranha-céu de 102 andares localizado na intersecção da 5ª Avenida com a Westa 34th Street Atração imperdível numa visita a Nova York, a visão que se tem é maravilhosa!
  
Horário de funcionamento: Abre diariamente, das 8h às 2h (último elevador de subida:1h15).
Formas de pagamento: U$ 22 2 US$16 (crianças de 6 a 12)- há compra pela internet, US$15 extras são cobrados para ir ao 102º andar.
Logo após apreciar aquela visão maravilhosa, entramos na lojinha para comprar algumas lembranças, para colocar no meu cantinho de viagens.
     Estátua da Liberdade
                                                           Pier 83.
Embarcamos no Pier 83, no Skyline de Manhattan, para fazer o passeio de barco que costeia a ilha de Manhattan e faz uma parada em frente a Liberty Island, foi a escolha certa. O passeio leva 1h e meia. 
Aproveitamos para fotografar Nova York de todos os lados. É uma boa alternativa para ver vistas deslumbrantes da Estátua da Liberdade, da Freedom Towers e da Ponte do Brooklyn. Tem histórias fascinantes por trás da "Cidade Que Nunca Dorme".
          A caminho da Estátua da Liberdade apreciando esta maravilhosa vista da Grande Apple
Pegamos o barco para ver a Estátua bem de perto. Não descemos no local. Fizemos toda a volta.
Esta foto foi um grande presente. Os olhos observaram com atenção, e aí com um leve click na camera, captei essa obra prima. 
A estátua está localizada em uma pequena entrada do porto de Nova York, a Liberty Island.
A Estátua da Liberdade foi um presente do povo francês aos estadunidenses, em comemoração ao centenário de sua inde pendência.

                                               Passamos por várias pontes, inclusive a do Brooklyn.
Ao longe, o magnífico do Empire State!
Chrysler Building  ao fundo.

Rockefeller Center

Na 48 th Street, a 5º Avenida dá continuidade à sua fama de lugar soberbo, como o glorioso Rockefeller Center. Foi declarado Patrimônio Nacional em 1987, também conhecido como Rockefeller Plaza, é a principal atração turística da cidade, onde se concentram vários eventos, onde uma árvore de Natal altíssima é montada para as festas de fim de ano. No inverno também montam uma pista de patinação de gelo. Tem também o "Topo of the Rock", um observatório que fica no 70º andar, onde a gente pode ver uma vista maravilhosa de 360º de Manhattan, e uma vista impressionante do Central Park. As visitas guiadas são de cada duas horas. 
Descobri uma curiosidade sobre as luzes do Empire State.No dia de St Patrick, as luzes ficam verdes, cor da Irlanda, e foi nessa época que estivemos em Nova York.No Natal as luzes ficam vermelhas , brancas e verdes, e caso você esteja em Nova York no dia 7 de setembro vai ver as cores da nossa bandeira, iluminando o ceú da cidade. Quando nada estiver acontecendo as cores ficaram brancas, e na época de migração das aves ficam apagadas para não desorientar as aves
O "Atlas" é uma estátua de bronze no Rockfeller Center posicionada perfeitamente na direção da Catedral de St Patrick. Foi projetada pela dupla Lee Lawrie e Rene Paul Chambellan, em Art Decó, foi inaugurada em 1937 e representa o titâ Atlas segurando a abóboda celeste, conforme a lenda. A estátua de Atlas possuí 15 pés, enquanto a obra inteira alcança os 45 pés. Chega a pesar cerca de 7 toneladas.
                                            Maravilhosa esta estátua, que fica na frente da Christi'es
                                                      A entrada do Rockfeller Center

                                                        Valeu muito, a vista é espetacular !!!
                                       Central Park é um dos maiores símbolos de Nova York
Se você acha que em algumas horas vai poder conhecer o Central Park, está muito enganado, vai levar muitos dias. O lugar é demais e cheio de atraçoes.
Uma parada para descansar nesse lugar agradável. Tínhamos ainda que caminhar muito. Estávamos apenas no começo.          
                                              O Central Park todo florido, muito lindo !!!
Nos sentimos como se estivessemos dentro de um oásis nessa imensa metrópole. Árvores, trilhas, gramados, jardins, pontes, pistas de patinação no gelo, e muito mais.O Central Park tem forma de um retângulo tem de 4,5 Km por 80m, ele se estende verticalmente no meio da Ilha de Manhattan, da 59th até a 110th Streets, ali chamadas respectivamente Central Park South e Central Park North. Foi planejado pelos arquitetos Calvert Vaux e Frederickos Olmsted, seguindo um projeto que conciliava as necessidades da época.
O Central Park recebe 25 milhões de pessoas por ano.       

Claro que nós não esquecemos de levar nossas câmeras para registrar esses cenários memoráveis. O Park é todo fotogênico. Durante o verão, o parque recebe o muitos visitantes os quais tem a oportunidade de ver shows gratuítos
                                          A cada caminhada encontrava uma nova atração.
                      A minha foto preferida do Central Park. "A garota e sua bicicleta".
                      No meio de toda essa beleza eu tinha certeza de que a foto iria ficar linda!!!
   Andar de carruagem é uma das atrações preferidas pelos turistas. Esse passeio dá a oportunidade de    conhecer rapidamente um pouco do parque.
          O Bathesda Terrace é uma passarela subterrânea, fica em frente a fonte Bathesda. 
          No centro dessa fonte tem uma escultura no centro, chamada Angel of the Waters 
                                         The Lake, onde pode fazer um passeio de barco a remo.
                                                                         Conferindo
                                                    Restaurante Central Park Boathouse
                                        site: http://www.thecentralparkboathouse.com
Fizemos uma parada técnica no Restaurante Central Park Boathouse.
   Escolhemos ficar na varanda do restaurante para aproveitarmos esta vista linda, do The Lake.
   Este aparece sempre em filmes que são gravados em Nova York.
                                                                     Brindando a vida !!
                                                                  The Mall avenida.
                  Nesta avenida a gente se depara com músicos, pintores e outras atrações. 
O memorial do John Lennon, no meio-oeste do parque, não é nada demais, porém vale dar uma         passada e bater uma foto. 

Carruagem pelo Central Park. Passeando no central Park a gente conheceu o pai desse garoto, um brasileiro que vive em Nova York a muitos anos. Ele indicou o seu filho, para levar-nos a passear de carruagem. O garoto é uma simpatia e super atencioso. Desculpa mas não me lembro o nome do garoto. Ele fala português e é um ótimo guía. Se encontrá-lo por lá, indico para fazer o passeio com ele. Ele sempre está nesse lugar da foto de cima.
  
  Bryant Park
 Este parque fica no centro de Manhatan. É um parque menor do que os outros. Tem uma parte ampla para as pessoas descansarem e relaxar depois do almoço. A gente observou muitas pessoas sentadas no gramado, fazendo piquenique, lendo, conversando, descansando, tomando sol ou mesmo sem fazer nada. Nós compramos algumas coisinhas e fizemos nosso lanche no parque, o que foi super agradável.

O parque, além de ser um lugar agradável para passar o tempo, seja nas mesinha em volta ou no gramado, esconde embaixo 180.000m² da Biblioteca de Nova York. Também no inverno ele se torna em uma pista de patinação de gelo.

Eu não tinha muitas expectativas pelo Bryant, mas quando por lá cheguei, não queria mais ir embora. É um local muito limpo, bem cuidado e com um gramado imenso. 
 Depois de almoçar e descansar no Bryant Park seguimos para conhecer a Grand Central Station.
É um importante terminal ferroviáio e metroviário localizado em Manhattan, Nova York. Foi inaugurado em 1903 com o nome Grand Central Station, que foi oficialmente alterado em 1913. É considerada a maior estação ferroviária do mundo, com 44 plataformas, em dois níveis, com 41 linhas no nível superior e 26 no inferior. Em média, 750 mil pessoas passam por ela todos os dias. vale a pena conhecer, ela é muito linda!!!O teto foi projetado pelo pintor Paul Helleu.
                                        No Chelsea Market
O Chelsea Market é um lugar incrível! É um supermercado diferente. Fica entre os Bairros Chelsea, Meatpacking Distrit e West Village, fica situado entre as Avenidas 9th e 10th, e ruas 15th e 16th. Acesso pelo metro A.C ou E, estação "8th Ave". É um antigo armazém, cheio de empórios. Tem  várias lojas de comida. Restaurantes, de vários tipos de culinária. Aconselhado para quem gosta de gastronomia.

                                        Mil cores, mil aromas e mil sabores, chás do mundo inteiro.
                                                           Entrada do Restaurante Lobster Place.
O restaurante é um pouco restaurante, um pouco mercado, onde você escolhe o produto para consumir no local ou levar para casa.Tem vários tipos de comida como, saladas, frutos do mar, comida japonesa, sopas, ostras, mariscos e lagostas.Tudo é muito fresquinho.A lagosta é o carro chefe. 
                              O Lobster Place é uma das inúmeras surpresas do Chelsea Market.
  Se você é louco por frutos do mar vale a pena, variedade imensa de camarão, tudo fresquinho! 
                                               Vários tipos de sopas no restaurante das lagostas.
                                                  Recomendo para quem quer boa comida.
 Melhor massa de Nyc, restaurantes mexicanos e asiáticos. Ou simplesmente caminhar e observar o                                                                                     movimento
                           São vários corredores, mas é tudo muito bem organizado e bem decorado
                                                                 Lojinha de artesanato.
                                                                                   
                                                                                 Sucos
One World Trade Center, conhecido como Torre da Liberdade, o prédio foi erguido para ocupar o lugar dos edifícios do World Trade, que foram destruídos no atentado de 11 de setembro de 2001. é o prédio mais alto do Ocidente. Foi instalado um aparelho de tecnologia de uso militar para a segurança, contra atentados. Câmeras que fazem o reconhecimento facial e de retina. Tem um observatório que a, 381,25 metros de altura, oferece uma vista espetacular de Manhattan, Broklyn e Nova Jersey.
                       Homenagem a todos que ajudaram nos escombros do Word Trade Center.
              Foi emocionante estar nesse lugar. Fotos de pessoas que morreram no 11 de setembro.
Pertinho do One Word Trade Center encontra-se esse cemitério no pátio da igreja Trinity Church.
    Igreja Trinity Church

Esta igreja é muito visitada pelos turistas que passam também no Memorial de 11 de setembro . Trinity Church, é uma igreja histórica. É um prédio pertencente à Igreja Anglicana, localizada no cruzamento entre a Wall Street e a Broadway, bem no centro financeiro de Manhattan. 

 
Há uma variedade de concertos, de cantatas de Bach ao jazz. Quando entramos na igreja, estavam cantando a música brasileira "Mulher Rendeira", parecia que tinham preparado para nós,essa recepção. Foi uma emoção maravilhosa! É sinal que o Brasil é conhecido no mundo inteiro.
Na calçada em frente a essa igreja.
  Não poderíamos deixar de conhecer também o Wall Street, o maior centro financeiro do mundo.
                                    Abraçamos bastante o touro de ouro mais famoso do mundo!
Wall Street Bull, ou Bowling Green Bull é o touro da Wall Street, feito por Arturo Di Modica, pesa 3,200 quilos. É feito de bronze. A história conta que ele apareceu em 1989 misteriosamente em frente a Bolsa de valores de Nova York e se tornou um símbolo de otimismo. Dizem que Modica deixou o touro sob uma árvore na época do natal, como se fosse um presente de natal. Está situado no Bowling Green Park
Quem disse que dá sorte passar a mão no touro? Ninguém sabe, mas pessoas do mundo todo querem passar a mão em suas bolas e tirar fotos com ele. Imagina que nós iríamos perder essa oportunidade, não custa né, vai que dá certo. Para conseguir tirar uma foto com ele não é uma tarefa muito fácil não, pois ele vive rodeado por de fãs.
                                         Caminhando pela Broadway pertinho do hotel
                             Restaurante muito bom, fica em frente ao hotel que ficamos. Vale a pena!
                                     Assistindo o "O fantasma da Ópera, na Broadway
                  Depois do teatro que tal dar uma voltinha pela Times Square para ver a muvuca.
No cartão do The York Pass, estava incluído, dois roteiros, podendo entrar em algumas atrações e também fazer o roteiro noturno pelo Booklyn.Novamente no onibús para ir para o Brooklyn.
                                            Passamos pela Times Square, agora toda iluminada.
É em Times Square que Nova York pulsa mais forte, é um dos destinos mais famoso do mundo. A maior concentração de outdoors luminosos do planeta fica na esquina da Broadway com a sétima Avenida. Estar lá é como estar no meio do mundo. O movimento intenso das pessoas dá uma atmosfera incrível para a região, tanto de dia como a noite. Parece que o mundo quer estar ali.Ali tem vários teatros, bares , lojas e artistas que ficam no meio da rua fazendo suas artes bizarras.
Passar a virada do ano na Times Square, é uma das coisas mais incríveis que você pode fazer. 
                         As compras nessa região são excelentes, e as principais lojas estão ali.         
                                                          Passando pela Ponte do Brooklyn
                                                      Entardecer em Nova York, vista do Brooklyn.
                          Nós não descemos no Brooklyn, só temos fotos tiradas de cima do onibús.
Vendo essas canchas de basquete, nos fizeram lembrar de cenas de filmes que assitimos, e que tinham cenas do Brooklyn.
Paisagem linda da nossa volta para Nova York. Um por de sol para fechar com chave de ouro o nosso último dia em Nova York.


















































































Nenhum comentário:

Postar um comentário