sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Cruzeiro MSC Divina - Katakolon e Olimpia / Grécia - Izmir, Casa da Virgem Maria e Ephesus /Turquia - Parte 3

_____________________________________________________________________________________________

Bay Haydée Marques on 10 janeiro 2014
_____________________________________________________________________________________________
Katakolon, onde sería? Nunca tínhamos ouvido falar até então. O que teria ela de interessante? Caraca... Grécia, que legal !!!! Já começamos a imaginar o que veríamos por lá, humm...aquelas paisagens da Grécia são maravilhosas, deve ser parecida com Santorini, Mikonos,......

Ao pesquisar sobre a pequena cidade na internet, logo localizei. Qual não foi minha decepção ao ver as fotos, pensei, nossa que sem graça essa cidade. Ao pesquisar um pouco mais, descobri uma joia rara pertinho dali, "OLIMPIA", um lugar importantíssimo na história da Grécia.
Katakolon é uma pequena cidade portuária. É a porta de entrada para Olímpia, no seu porto atracam navios de cruzeiro. Ali também aportavam há mais de dois mil anos, gregos para celebrarem os jogos consagrados a Zeus.
Fica situada a cerca de 40 Km de Olímpia, é uma cidade costeira na Ília, no município de Pyrgos.  Está situada à beira de um golfo do mar Jónico. Tem uma população de cerca de 600 habitantes. Apesar de ser tão pequena, não a conhecemos direito, pelo pouco tempo.
                     Chegamos em Katakolon às 08:00h da manhã. Fazia uma manhã muito linda !!!
                                                                  Pronto com crachá e tudo.
Escolhemos o Tour do navio " O Sabor da Antiga Grécia", duração 4 horas, preço por pessoa, 69,90 euros. Fizemos um tour pela Grécia Antiga, nos dirigimos terra adentro, desde o Porto Katakolon à antiga Olímpia. Depois fomos até um restaurante onde desfrutamos de um aperitivo e contemplamos um espetáculo folclórico grego.
                                                                                OLIMPIA
   Olímpia é uma cidade da Grécia, famosa por ter sido o local onde se realizaram os primeiros jogos      Olímpicos da Antiguidade.

Valor da entrada 6 euros.

                                                               Caminhamos um pouco até chegar.
             Arqueólogos
             Aqui está a jóia rara, "Olimpia"
Integrada na paisagem de Eléia, aos pés do Monte Kronos, faz parte da História da Grécia.
Olímpia sempre cultivou nobres ideais, desde os tempo mais remotos. Nunca foram, apenas os Jogos Olímpicos, mas também e acima disso a honra, a paz, a luta e o corpo tudo num só! Ao visitar o centro arqueológico e o museu, andamos pelo meio da história, num dos mais importantes santuários da Grécia Antiga
Estava ali tentando entender a história. Como tudo aquilo foi construído? Quantas pessoas naquela época, andaram pelas mesmas ruas que estávamos andando?  É simplesmente imaginável !
                                              Belo lugar, maravilhoso !!!!
                        Templo
                         Entrada para a Arena
             Arena 
Escravos e mulheres, especialmente as casadas, estavam proibidos de assistir aos jogos: mas, podiam competir. Já os bárbaros podiam assistir, mas não competir. 
                         Caminhos de colunas.
A caminho



Local onde tivemos uma recepção muito gentil e assistimos um lindo Show Folclórico Grego



                          Grupo da Dança Folclórica Grega



      A quebra dos pratos
A tradição grega de quebrar os pratos depois das refeições tem mais de quatro mil anos. É uma maneira de mostrar desapego pelos bens materiais e a alegria nas festas. Durante uma refeição, os gregos procuram perceber o alimento por meio da visão, do olfato, do tato e do paladar. Faltaria o sentido da audição, que eles suprem com o barulho da quebra dos pratos. 
Muito legal,doramos o som dos pratos quebrando.
             Ouzo, uma bebida tipica da Grécia
Se a procura é por alguma coisa mais forte, a bebida típica da Grécia é Ouzo, que tem gosto de anis e pode ser servida pura ou com água e gelo, lembra um pouco do Pastis do Sul da França. 

Comida típica. Não gostei muito, a comida era fria e acabou me dando dor de estômago
                       Até parece que combinamos as cores, rsrsrsr. Uma foto para recordar.
                       Demos uma passadinha no Duty Free para fazer umas comprinhas
         No Porto de Katakolon.
                   Deixando Katakolon para trás
                       De volta ao navio, na piscina infinita. Vista maravilhosa !!!!
COQUETEL DE GALA
                                           Capitão do MSC Divina , Rafaelle Pontecorvo
Hoje é a noite especial, noite, Coquetel de Gala....rsrsrs, o capitão nem aparece no coquetel, só  cumprimenta as pessoas na entrada, (quase que obrigatória) do teatro, para tirar fotos. Depois tem a sua apresentação, dos oficiais e a dos responsáveis dos departamentos. Logo após assistimos um lindo show.
                                                           As escadas mais desputadas do návio.


 Apresentação do Capitão e seu auxiliares.
Deixamos Katakolon às 13:00 h, passamos pelos portos mais orientais ao Sul das três penínsulas do Peloponnneso, Nisos, Sapientza, às 16:30, Capo tainaro, às 18:15, e al final Capo Maleas até as 19:45. Uma vez deixado o Peloponneso continuamos nossa navegação no Mar Egeo entre as numerosas ilhas gregas, Parapoia, Kea, Falkonera, Dimitros e Kefalos.
                                                                              IZMIR - TURQUIA

                                                 
     A primeira vista de Izmir. Chegamos às 08:30 h.
Fizemos o tour "Ephesus e a Casa de Virgem Maria" - Duração de aproximadado de 5 hora, valor 60,00 Euros.

IZMIR, é uma cidade da Turqui centro-ocidental, a terceira do país em número de habitantes depois de Istambul e de Ankara. É também um grande e eficiente porto situado no Golfo Homónimo, no Mar Egeo, Izmir tem a honra de ser a cidade natal do legendário e antigo poeta Homero e de Bione. Nas ruas da zona do mercado de Kemeralti, é possível encontrar fascinantes objetos antigos, refinadas jóias, uma grande variedade de vestidos, como também os famosos figos secos e as uvas sultanas de Izmir. Os restaurantes oferecem, nesta atmosfera dos suculentos tipos de pescados. 
              

Nas proximidades da cidade de Selçuk e das ruínas de Éphesus, encontra-se uma pequena casa, que se acredita ter sido a casa onde a Virgem Maria, mãe de Jesus, viveu com o apóstolo João após a morte do filho. A cerca de oito quilômetros da cidade, o local onde Maria terá vivido passou despercebido até 1881, quando um padre francês descobriu as ruínas da casa que hoje é visitada por turistas do mundo inteiro.
Os turistas aproveitam para conhecer a Casa da Virgem Maria, beber águas de fontes, acender velas, fazer pedidos e promessas. 
É um exemplo típico de arquitetura, inteiramente feito de pedras. No século 4 dC, uma igreja, combinando sua casa e sepultura, foi cosntruída. Hoje, apenas a parte central e uma sala à direita do altar estão abertos aos visitantes. A partir daí pode-se entender que este edifício se parece mais com uma igreja do que uma casa. Outro lugar interessante é a "Água de Maria!, uma fonte na saída da área da igreja e onde a água salgada em vex disso, com propriedades curativas, pode ser bebida por todos.
Emoção ao chegar aqui, um lugar para nunca esquecer.... é um Santuário católico e mulçumano localizado no Monte Koressos, pertinho de Ephesus.
 Agradecimentos em papéis, preenchem uma parede externa do local.
               Muito interessante esse paredão cheio de pedidos. 
Enchemos uma garrafinha de água da Fonte, mas infelizmente colocamos a garrafinha na bagagem de mão e acabou ficando no aeroporto de Paris.
                                                                                
Ephesus é um museu a céu aberto com um anfiteatro enorme, ruas, pedras restantes de casas, algumas colunas e muito pedaço de mármore no chão. Entramos pela parte de cima e fomos descendo. 
Foi por muitos anos a segunda maior cidade do Império Romano, apenas atrás de Roma. Hoje as ruínas são um importante ponto turístico da Turquia.

                                                       Monumento Memmius
Monumento Memmius, construído entre os anos 50 e 30 a.C. . É um monumento em honra a Gaius Memmius, o neto do ditador romano Sulla( 138 a 78 a.C.).  
                A deusa Nike - você reconhece esse nome? Significa Vitorioso!
Nike era a deusa Grega da Vitória, uma Deusa representada como uma jovem alada. Os atenienses tinham devoção por esta deusa. O criador da nike baseou-se especificamente nesta escultura, aproveitando a sua projeção para criar o logotipo da marca.
Ephesus foi por muitos anos a segunda maior cidade do Império Romano, apenas atrás de Roma. Hoje as ruínas são um importante ponto turístico da Turquia.
                                                                    Mosaicos do chão da rua Curettes.
Ruas Curettes
Descendo a rua Curettes (na antiguidade era chamada de Embolos) em direção a Biblioteca de Ephesus, faz parte do Caminho da Procissão. A rua Curettes tem 210m de comprimento,mas o Caminho da Procissão era bem maior. Hoje tem uma pequena parte deste caminho tão glorioso, mas por ela a gente passa por várias atrações.
                                Fonte Ninpheus Traiani, ou a Fonte de Trajano.

    

                                    Eles realmente tinham um olho para a beleza !!!!





                     Fachada da biblioteca
                A foto acima é da biblioteca de Celsus, que foi construída em 135 d.C

Realmente nos emocionamos quando vimos esta fachada restaurada deste edifício numa versão clássica, com suas colunas em pares, seus pequenos cantinhos para colocar estátuas.

O calor era imenso e não tinha aonde se esconder. Fazer o que? Esquecer e procurar apreciar tudo o que tínhamos para conhecer. Se forem visitar Ephesus no verão, leve protetor solar,chapéu e boné, pois o sol é bastante forte.
                                                          No Anfiteatro
As fotos não conseguem transmitir tudo que vimos. O anfiteatro é grandioso !!!! Fica na colina de Panayir. Nesse antiteatro, são realizado concertos e outros espetáculos. Deve ser muito emocionante estar aqui para ver um concerto.
Passamos em uma loja de vendas de couro e assistimos um desfile muito bonito.Belas peças!
Só de atenção aos vendedores, se realmente você deseja comprar, pois do contrário não vão se livrar deles tão fácil,rsrsrsr
                 Porto de Izmir
                                                   
             O colorido das cores enchem os olhos, e fotos e mais fotos são tiradas.
Maravilhosos os artesanatos! Vontade de trazer tudo, mas como íamos continuar a viagem e só podíamos ter 23 Kg em cada mala, fazer o que ? Só ficar na vontade.
                  Um dia quem sabe voltaremoss para buscar.
                       Um desses eu comprei em Istambul.
Reserve um bom tempo para visitar bazares e mercados. E lembre-se pechinchar é norma nesse país. Você vai encontrar uma grande variedade de artesanatos, jóias em ouro e prata, tapetes, bolsas, maravilhosos lustres de mosaico colorido e pratos de cerâmica pintados.

Quando o navio sai  dos portos, tocam a música " Partiró" do Andrea Bocelli, e as gaivotas voam no ritmo e parece estarem dançando. Esse momento eu registrei no video. Foi muito emocionante!!!
A nossa próxima parada vai ser em Istambul




4 comentários:

  1. Lindas as fotos, viajei com voces ao ve-las, mas uma pergunta me ocorreu.É possivel visitar alguns destes locais sem usar os pacotes de visitacão do navio.

    ResponderExcluir
  2. Sim Jussara vce pode fazer passeios sem ser pelo návio, claro desde que vce saiba a lingua do país ou inglês. Tem vans e taxis que esperam os turistas nos portos, vce pode contratar e tratar o preço. Só não esuqeça do tempo. Ok

    ResponderExcluir
  3. Adorei ler suas experiências, pois estou querendo fazer um cruzeiro em 2017 saindo de Veneza e estou pesquisando os lugares onde o navio irá atracar...Então encontro seu blog que me dá uma ótima idéia do que vou ver. Obrigada por compartilhar suas experiências. Bjo grande e continue sempre assim... Generosos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Roro Whynot
      Esse roteiro que fizemos foi maravilhoso!!! Vale muito a pena. Não sei se o MSC Divina ainda está fazendo esse roteiro. Que bom que estamos ajudando com nossas dicas.Bjss

      Excluir